Quase de regresso…

E aqui estamos quase de regresso a um novo ano, mas este diferente! A vantagem de ir para o 2º ano é sem duvida já conhecer as pessoas (e no meu caso ter conseguido arranjar uma casinha para ir morar com as pessoas com quem mais me afeiçoei ao longo do ano, uma sorte..) e conhecer ja melhor o método de funcionamento da faculdade (que as vezes não é o mais facil de se compreender!). Dizem que o 2º ano é o mais facil do curso, por isso gostava que este ano surgissem novos desafios tais como um voluntariado no serviço de pediatria ou mesmo participar na lista para a Medubi. A ver vamos como vai correr o ano, mas uma certeza eu tenho… Vai começar muito bem 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under chá

Raio de Noite…

…Sempre com o papel higiénico ao lado :/

3 comentários

Filed under Uncategorized

Guerra entre Titãs

Como não é desconhecido, a indústria farmaceutica e a ordem dos médicosão Titãs Rivais, vindo frequentemente ao de cima algumas “picardias” como o que se passou ha relativamente pouco tempo no qual a industria farmaceutica prupunha que se prescrevesse mais genéricos por forma a baixar os custos da saúde às populações.

Esta semana estamos a assistir a mais uma dessas “picardias”. Desta vez é a ordem dos médicos que dá o mote e que sugere a venda, dirtectamente no acto da  consulta, de genéricos. Para isso claro está, “Para cada molécula, o Estado fazia um concurso público para compra de um genérico para o país inteiro”.

Por tanto na proxima semana irá realizar-se um referendo a todos os médicos, sendo que tal referendo é o seguinte: “Se o Estado avançar para uma solução dessa natureza (concursos públicos para a selecção de um genérico por molécula), os médicos estão disponíveis para entregar gratuitamente os medicamentos aos doentes?”.  Sendo que num mini-referendo feito a 2000 médicos,  90% destes aceitavam a proposta,  certamente que a proposta é popular no meio médico. Cabe a nós refletir a intensão da ordem dos Médicos: Será que se estão mesmoa preocupar com o Zé Povinho? Será que não passa de uma resposta ao desentendimento de ha uns meses com a industria farmaceutica? Ou será uma óbvia operação de charme?

Deixe um comentário

Filed under chá

Quero uma Wii Fit…

… Mas para já fico-me pela bicicleta dentro de casa !!

1 Comentário

Filed under mel

(Re)Começar

De regresso ao blog. Agora que me aguardam 3 meses (sim, 3 meses inteirinhos) de férias de verão, decidi andar à pesca de novos blogs de interesse. Vou ver se ando mais alerta e se não me volto a descuidar por tanto tempo.

1 Comentário

Filed under mel

Hot in Here

38 graus de febre, querem mais calor ainda? Raio da gripe.

Deixe um comentário

Filed under chá

Se eu fosse..

Se eu fosse 1 mês seria Setembro, nada se compara a um passeio à beira mar ao final do  dia.

Se eu fosse 1 dia da semana seria sexta, a viagem de regresso a casa.

Se eu fosse 1 número seria o 8, um número de continuidade.

Se eu fosse um planeta seria Mercúrio, o planeta mais proximo do sol.

Se eu fosse uma cidade seria Aveiro, a minha eterna cidade (esta era óbvia!).

Se eu fosse um móvel seria uma mesinha de cabeçeira cheia de gavetinhas

Se eu fosse um líquido seria água bem fresca e transparente.

Se eu fosse um pecado seria o Orgulho (e não me orgulho muito disso).

Se eu fosse uma pedra seria Halite, porque é mineral básico feito apenas de NaCl, mas belo na sua forma.

Se eu fosse um metal seria o ouro branco, simples mas belissimo.

Se eu fosse uma árvore seria um pinheiro, adoro o natal.

Se eu fosse uma fruta seria cerejas, para andar nas orelhas das crianças, como eu fazia antes de as comer.

Se eu fosse uma flor seria uma rosa, flor banal mas nem por isso menos bela.

Se eu fosse um clima seria o tropical.

Se eu fosse um instrumento musical seria um piano, pela sua elegância.

Se eu fosse um elemento seria água, quem me conhece sabe disso.

Se eu fosse uma cor seria o cor-de-rosa, uma cor bonita.

Se eu fosse um animal seria um peixe, adoro nadar.

Se eu fosse um som seria o mar a rebentar na praia.

Se eu fosse uma canção seria “The Beginning Song”-Rita Red Shoes, neste momento, daqui a 2 min pode jáser outra.

Se eu fosse um estilo de música seria o comercial, algo simples, a música é para mim um modo de descontrair.

Se eu fosse um sentimento seria o sentimento maternal, inato.

Se eu fosse um livro seria o Principezinho, um livro para todas as idades.

Se eu fosse uma comida seria massa.

Se eu fosse um defeito seria a teimosia.

Se eu fosse uma qualidade seria a persistência, é graças a ela que estou onde estou.

Se eu fosse um sabor seria o sabor a leite condensado.

Se eu fosse um cheiro seria o cheiro a bolinhos acabadinhos de fazer na casa da mama.

Se eu fosse uma palavra seria a palavra Mamã, das palavras com mais ternura que pode existir.

Se eu fosse um verbo seria o verbo Amar.

Se eu fosse um objecto seria um diário, gostava de ter escrito todos os lados por onde já andei, todas as coisas que eu já fiz.

Se eu fosse uma peça de roupa seria um vestido bem fresco para usar no verão.

Se eu fosse uma parte do corpo seria uma barriga.

Se eu fosse uma expressão seria um sorriso daqueles que fazem desaparecer os olhos.

Se eu fosse uma frase seria ” Ama-me quando eu menos merecer, porque é quando mais vou precisar”.

DESAFIO os leitores do blog a preencherem estas linhas, é uma forma engraçada de refletirmos sobre nós, sobre o que nós somos.

1 Comentário

Filed under mel